quinta-feira, 27 de setembro de 2007

[Manual do Morador Solitário] Como fritar um ovo

Ei, você! É, você mesmo… Está morando sozinho, ou então mamãe não está em casa, e chega a hora do almoço. O que fazer, então? Uma sugestão: ovo frito. Sim, ovo frito. Mas como sou um cara legal, não me limitarei a sugerir-lhes uma refeição, não; mais que isso, ensinar-lhes-ei a prepará-la!

Engana-se quem pensa que fritar um ovo é uma tarefa trivial. Pode vir a ser, caso o cozinheiro seja um desnaturado que não se atém à qualidade do alimento que consome. Porém, aqueles que encaram a vida como um bem sublime, e que evitam gorduras e alimentos prejudiciais à saúde, estes sim sabem do que falo. E, claro, estão lendo este texto porque o ovo frito lhes é a última opção. Pior que ele, só passar fome.

Os ingredientes, falando curta e grossamente: frigideira, espátula, ovo, manteiga, espátula e sal. A frigideira deve ser, preferencialmente, anti-aderente, e o ovo deve ter um tamanho suficiente para satisfazer a fome do indivíduo. Caso ele não atinja este tamanho mínimo, use dois ovos.

Os atos preparatórios consistem, basicamente, em untar a frigideira com manteiga, e preparar o ovo para seu fim. Em relação à manteiga, muita atenção! Coloque pouco, mas pouco mesmo. O ideal é apenas uma lasquinha, tipo, metade de um tablete de caldo Knorr.

Quebre o ovo. Muito cuidado para não fazer besteira, e misturar a casca com o conteúdo. Como brinde, uma mini-aula de como quebrar um ovo. Pegue-o de uma maneira que esconda apenas uma face. Agora, encontre uma superfície lisa e maciça, e dê leves batidas, de modo que a face à mostra do ovo fique trincada. Com as duas mãos, pegue o ovo, de uma maneira em que seja possível aos dois dedões acessarem a parte trincada. Force-os um pouco, e quando eles adentrarem o ovo, puxe-os contra sua mão, num movimento que rachará o ovo. Faça tudo isso tendo um copo exatamente abaixo do ovo. Perfeito, não? É difícil de primeira, mas com um pouco de treino pega-se a manha.

Frigideira untada, ovo no copo , vamos à última parte da preparação: o sal. Com a ponta dos dedos indicador e dedão, pegue um pouco de sal e salpique no ovo. Uma pegada é mais que suficiente. Pegue o copo, e balance-o, fazendo movimentos leves e uniformes, com o intuito de que o sal se misture ao ovo, formando uma meleca homogênea.

Leve a frigideira ao fogo. Fogo alto, vale citar. Logo em seguida, despeje o ovo, tendo a espátula em mão! No ato do despejo, o ovo se espalhará, e a clara começará a ficar branca. Neste momento, sua intervenção é imprescindível: faça movimentos, com a espátula, como os que são feitos quando se raspa uma raspadinha da Tele Sena, na borda do ovo, em direção ao centro, para que não grude no recipiente. Passada essa primeira fase, quebre a gema, sem dó, com golpes fulminantes e certeiros desferidos pela espátula. Isso garante que ela não ficará mole (e extremamente nojenta). Deixe fritar um pouco, e prepare-se, pois agora vem a parte mais complicada de todas, a virada do ovo. Fazendo os já ensinados movimentos de raspadinha, faça com que o ovo fique sobre a espátula, e rápida e precisamente, vire-o, jogando com um certo grau de violência o ovo contra a frigideira. Essa primeira virada é complicada porque a gema ainda não está completamente dura, o que pode acarretar sujeiras não programadas e não desejadas no fogão.

A partir de agora, pressione o ovo contra a frigideira com a espátula. Alterne o lado do ovo. Faça isso até que ele fique pronto. Ele ficará pronto quando ambas as partes estiverem douradas, e a frigideira, sem nenhum resquício de manteiga (que, vale relembrar, deve ser pouquíssima).

http://www.officialprimeburger.com.br/cardapio_arquivos/grandes/cheese_everything-g.jpghttp://farm1.static.flickr.com/35/72966998_f94b3d084d.jpg

As possibilidades são infinitas!

Para degustar, recomendo um bom acompanhamento, como arroz, feijão e salada, ou então um pão. Se for pão, vale tanto só pão e ovo, quanto fazer um sanduíche caprichado, com carne bovina, lingüiça, tomate, muzzarela, presunto e o que mais sua imaginação e seu bolso deixarem.

No próximo post, caso este seja bem recepcionado pelos meus nobres leitores, vou aproveitar para dissertar sobre a embriologia do ovo e sua evolução até se tornar um belo e vistoso frango assado.

Valores Nutricionais de um Delicioso Ovo frito na Manteiga
Quantidade 1 ovo
Água (%) 75
Calorias 80
Proteína (g) 6
Gordura (g) 6
Ácido Graxo Saturado (g) 1,7
Ácido Graxo Monoinsaturado (g) 2,2
Ácido Graxo Poliinsaturado (g) 0,7
Colesterol (mg) 274
Carboidrato (g) 1
Cálcio (mg) 28
Fósforo (mg) 90
Ferro (mg) 1
Potássio (mg) 65
Sódio (mg) 69
Vitamina A (UI) 260
Vitamina A (Retinol Equivalente) 78
Tiamina (mg) 0,04
Riboflavina (mg) 0,14
Niacina (mg) Traços
Ácido Ascórbico (mg) 0

2 comentários:

Heidi disse...

Parabéns, seu blog é muito foda. Como estudante de medicina veterinária sou "meio" vizinha das suas matérias, das suas indagações e perebas anatômicas!
Visitarei com frequencia.

Anônimo disse...

OI MACCS, Tudo bem por ai??
kkk adoro seus posts do *manual do solitário* sào mto instrutivos! :-)
Abs :-) Roberta...
voto pela continuação do post - do embrião ao frango!! :-)Roberta / Painel de Cortiça

Obrigado pela visita!

 
eXTReMe Tracker