sexta-feira, 1 de junho de 2007

[Odontologia] Quer cuidar da chaparia, chefia?

Num passado secular, só existia a figura do barbeiro, ou sangrador, que era responsável por drenar abcessos gengivais e extrair grosseiramente dentes ou mesmo arcadas dentárias inteiras. Os médicos (ou físicos, como eram chamados) e os cirurgiões (uma categoria diferente desde aquela época), diante de tanta crueldade, evitavam essas tarefas alegando os riscos para o paciente, que muitas vezes morria da hemorragia ou da infecção.



Os barbeiros e sangradores era geralmente ignorante e tinham um baixo conceito, aprendendo essa atividade com outros mais experientes.



No Brasil, o barbeiro/sangrador mais famoso sem dúvida foi um apelidado de Tiradentes, apelido que resumia sua função, que nada fazia para cuidar ou preservar dos mordedores de seus pacientes.



Hoje a odontologia é uma área de grande progresso científico, com profissionais bastante capacitados e respeitados, e as pessoas já não necessitam ficar banguelas de tanto que esta área evoluiu.



No entanto ao redor do mundo ainda é possível visualizar fósseis-vivos de quaisquer área de atuação humanas, vejam o exemplos dos dentistas de rua da India e da China.



Para ver as imagens, clique na figura abaixo.





Acho que vi um desses lá na Av. Sete



Um comentário:

Roberta disse...

Higiene, anestesia... coisas supérfluas hein?

Obrigado pela visita!

 
eXTReMe Tracker